Tabela de Contribuição INSS

Tabela de Contribuição INSS

Todos os meses o trabalhador contribui por meio de um percentual do salário com o INSS, o recolhimento é de responsabilidade das empresas e empregadores obedecendo a alíquota da Tabela de Contribuição do INSS que é atualizada ano a ano e pode ser consultada por meio do endereço eletrônico Meu INSS.

A Tabela de Contribuição do INSS informa ao empregado o valor personalizado que será descontado do salário, além disso os empregadores também podem utilizar a tabela de contribuição como calculadora para saber o valor real de desconto para cada trabalhador, o INSS também divulga Tabela de Contribuição com base na estimativa dos salários dos empregados.

No Brasil as contribuições com o INSS tem quatro diferentes origens que podem ser contribuições de Empregadas Domésticas, Trabalhadores de Setores Privados , Contribuintes Avulsos e os Microempreendedores Individuais (MEI). A categoria Microempreendedores Individuais foi criada recentemente para que o amplo setor informal que existe na economia brasileira possa garantir a aposentadoria no futuro, desta maneira a contribuição com o INSS é o principal meio para se conseguir a aposentadoria no Brasil.

Leia também: Consultar Benefício do INSS

Quem são os contribuintes dos setores privados e empregados?

Os contribuintes dos setores privados são todos os trabalhadores de empresas e comércio, empregados com carteira assinada, diretores-empregados, pessoas que prestam serviços a órgãos públicos , trabalhadores de empresas brasileiras com sede no exterior, trabalhadores de multinacionais que funcionam no Brasil e outros.

A contribuição dos trabalhadores empregados é realizada por meio da Tabela de Contribuição do INSS, que pode ser consultada no site ou aplicativo Meu INSS, no final deste artigo deixamos um passo a passo para realizar consulta do valor da Tabela de Contribuição do INSS.

Quem são os trabalhadores avulsos?

Os trabalhadores avulsos são aqueles que prestam serviços a várias empresas, mas são contratados por sindicatos e órgãos gestores de mão de obra, sem carteira assinada, contribuem de maneira avulsa com o INSS. A Contribuição com INSS obedece os mesmos critérios da Tabela de Contribuição e pode ser consultada por meio do site e aplicativo Meu INSS, veja o passo a passo no final deste artigo.

Alíquota do INSS- Segurado Empregado Doméstico e Avulso 

Salário igual ou menor do que R$1.659,38; alíquota de 8%.

Salário R$1.659,38 a R$2.765,66; alíquota de 9%.

Salário de R$2.765,67 a R$5.531,31; alíquota de 11%.

Como os Microempreendedores Individuais contribuem com o INSS?

A forma de contribuição dos Microempreendedores Individuais MEIS não é atualizada pela Tabela de Contribuição do INSS e sim pela Guia DAS que é o sigla do Documento de Arrecadação do Simples Nacional, a DAS MEI tem o valor fixo de R$50,00 (cinquenta reais) que deve ser pago todo dia 20 de cada mês.

Para obter a Guia DAS é necessário que o Microempreendedor Individual faça o cadastramento no site do Micro Empreendedor Individual informando qual a natureza do serviço que realiza ou comércio e estabelecimento, o cadastro também pode ser feito por um contador. Veja, como é cobrada a Guia MEI:

  • Comércio e Indústria: R$1,00 (INSS) + R$49,90 (INSS)= R$50,90.
  • Serviços: R$5,00 (INSS) + R$49,90 (INSS)= R$54,90.
  • Comércios e Serviços: R$6,00 (ICMSS+ INSS) + R$49,90 (INSS)= R$55,90.

Como é a Contribuição para as empregadas domésticas?

As empregadas domésticas podem contribuir com o INSS por meio do registro no Simples Nacional, o Simples Nacional foi criado para que empregadores possam realizar de maneira simples o registro das pessoas que prestam serviços domésticos em casas e apartamento.

Além de empregadas domésticas e diaristas podem ser incluídos no Simples Nacional Faxineiros, Jardineiros, Motoristas,  Caseiro, Governanta e outros. A contribuição com o INSS obedece os mesmos critérios da Tabela de Contribuição e  pode ser consultada através do Simples Nacional.

Consultar Tabela INSS

A Consulta a Tabela do INSS pode ser feita pelo próprio contribuinte trabalhador por meio do Aplicativo Meu INSS e Site Meu INSS, ou pelo empregado com o objetivo de saber o valor personalizado da alíquota de acordo com o valor dos últimos pagamentos e salário.

  1. Para fazer a consulta no site basta digitar no navegador do computador o endereço do site Meu INSS [www.meu.inss.com.br], ou na Loja de Aplicativos do seu celular e smartphone digite Meu INSS e faça uma busca pelo aplicativo clicando na lupa.
  2. O aplicativo funciona da mesma maneira que o sire, para fazer a consulta é necessário informar nome completo, número do CPF, Data de Nascimento e Nome da Mãe. Identifique o código solicitado e continue com a consulta para saber qual o valor mensal da sua contribuição.
  3. Pronto! Agora que já tem o cadastro no INSS é possível utilizar todos os serviço, você pode também fazer elogios e reclamações por meio do Canal da Ouvidoria ou no número 135, além do aplicativo a Central de Atendimento estará pronta para informar sobre suas contribuições, tempo de aposentadoria e outras dúvidas de trabalhadores.

Atenção! Os Microempreendedores Individuais poderão esclarecer dúvidas por meio do Portal MEI, que oferece todos os serviços necessários e de esclarecimentos sobre as contribuições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *