Como fazer investimentos com pouco dinheiro

investimentos com pouco dinheiro

Quem procura descobrir como fazer investimentos com pouco dinheiro, geralmente está em busca de crescer economicamente, multiplicar seu capital e melhorar o padrão de vida, mas a fórmula da riqueza não é mágica e nem fácil de seguir.

investimentos com pouco dinheiro

Como fazer investimentos com pouco dinheiro

Para quem não nasceu rico, é preciso trabalhar duro e pensar muito. 

Bons relacionamentos, leitura, pesquisa, coragem e muito boa vontade são essenciais para fazer com que uma vida simples, possa se tornar uma vida próspera e abundante.

Para começar a fazer investimentos, conseguir transformar um pouquinho de dinheiro em um montante maior, e conseguir por fim ter uma vida estável, com contas equilibradas e menos problemas para se preocupar, é preciso, primeiro, pôr as contas em ordem.

Esse é o primeiro passo para que haja saldo positivo no fim do mês e que você possa começar as suas aplicações.

Leia também: Empréstimo Pessoal Caixa – Como fazer?

Abaixo, uma pequena lista com dicas que podem ajudar você a começar, seja com 10, 50 ou 100 reais por dia. Acompanhe:

1 – Poupança não é investimento

Sabe aquele papo de colocar dinheiro na poupança para ir “guardando” o que ganha?

Esqueça isso.

Poupança não é investimento.

Os rendimentos são ínfimos (pouco mais do que 6% ao ano) e não cobrem nem ao menos a inflação.

Isso significa que, se você colocar 100 reais na poupança em janeiro, ao final do ano, seus 100 reais podem estar valendo menos do que estavam quando o ano começou.

2 – Jamais deixe dinheiro em casa

Ter dinheiro em casa é correr inúmeros riscos desnecessários: Você pode perdê-lo, ser roubado ou gastá-lo desnecessariamente.

Ainda que nada disso aconteça, seu dinheiro perde valor diariamente quando não está aplicado, então você cai no mesmo problema citado acima: 100 reais guardados no começo do ano, chegam ao fim do ano valendo menos.

3 – Não pague tarifas bancárias

Foi-se o tempo que para ter uma conta em banco era preciso pagar um pacote de tarifas. Hoje, só paga quem quer.

Existem inúmeros bancos digitais que não cobram nada para que você tenha uma conta com cartão de crédito, limite, entre outros benefícios, e assim, tudo que você pagava em tarifas pode ser automaticamente migrado para investimentos.

4 – Utilize contas correntes que ofereçam rendimento

Hoje, existem diversas contas bancárias que oferecem rendimento de 100% (ou mais) do CDI (mais de 12%), o que significa que você pode ganhar o dobro do que a poupança paga, só por utilizar uma conta corrente comum.

Esse ainda não é o melhor investimento que você pode fazer, mas é seguro, pois é garantido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), ou seja, mesmo se o banco quebrar, você não perderá seu dinheiro.

5 – Aprenda sobre o Tesouro Direto

Nem sempre o Tesouro Direto é o melhor investimento que pode ser feito, mas aprender sobre ele vale muito a pena, pois em diversos momentos, ele será a opção mais lucrativa e segura que você poderá encontrar.

Hoje, quem aplica no Tesouro Selic, consegue um rendimento médio de 118% do CDI, ou seja, mais do que utilizando uma conta corrente que proponha rendimentos.

Para conseguir ganhar esses valores, no entanto, é preciso que você mantenha o dinheiro investido por alguns anos (3, 5 ou mais).

Se você não for precisar mexer no dinheiro aplicado, essa pode ser uma boa opção, pois é segura e mais lucrativa do que as outras já citadas.

Além disso, não é preciso investir grandes valores para começar.

6 – Quem ganha mais, investe mais

Mesmo desejando começar a investir com pouco dinheiro é importante ter em mente que para conseguir atingir valores substanciais e que realmente façam diferença à longo prazo, é preciso aplicar o máximo que conseguir, então a dica é começar a analisar todas as despesas e receitas pessoais e ver o que pode ser cortado ou multiplicado para aumentar os investimentos progressivamente.

Mesmo quem está começando, precisa ter números exatos sobre os investimentos em uma planilha de controle.

Além disso, é importante controlar se suas despesas estão aumentando ou diminuindo e mantê-las sempre dentro de um limite economicamente saudável (nunca superior a 30% do seu rendimento bruto).

Para ter controle sobre isso, faça um levantamento de todos os seus boletos, contas, parcelamentos, empréstimos e se eles tiverem superado o percentual máximo sugerido, veja quais consegue eliminar o mais rápido possível, adiantando prestações, renegociando os valores ou conseguindo uma fonte de receita adicional para fazer com que o percentual das dívidas seja diluído em um valor maior.

7- Acompanhe sua evolução financeira

Após dar início aos seus investimentos, faça o acompanhamento de forma frequente, anotando, editando e estudando informações do controle de gastos, rendimentos e metas..

Trabalho de formiguinha

Pequenos investimentos não fazem milagres econômicos, mas com disciplina, autoconhecimento e planejamento, é possível fazer reservas e conseguir renda passiva, melhorando, consideravelmente, a vida financeira de qualquer pessoa.

Alguns tipos de investimentos dão mais retornos que outros, mas se bem analisados, podem ser utilizados em conjunto e gerar ótimos resultados financeiros, além de conhecimento prático que será muito útil na administração das contas particulares e familiares.

Embora seja um trabalho de formiguinha, investir com pouco dinheiro é uma forma de mudar o mindset e começar a pensar como investidor e administrador, desenvolvendo-se em um caminho lucrativo e poderoso, capaz de gerar prosperidade e crescimento.

Sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.